Entenda qual é a hora certa de usar a sua reserva de emergência

Usar a reserva de emergência de forma correta não é tão simples quanto parece. Ainda que seu nome seja extremamente objetivo, não é a todo imprevisto que precisa dela. É preciso antes de mais nada observar, analisar e entender realmente toda a situação para tomar a melhor decisão. 

No texto de hoje você aprende a utilizar sua reserva de emergência de forma correta e ótimas dicas de como juntar dinheiro. Aproveite e boa leitura!

Quando é interessante usar a reserva de emergência?

O melhor momento para usar sua reserva de emergência é quando algo realmente grave ocorrer. Se você é alguém que por causa de uma conta atrasada, por exemplo, já se vê obrigado a mexer na sua, algo está errado.

Claro que uma conta atrasada pode gerar problemas, mas isso cabe mais a aprender a gerir melhor seu dinheiro e criar uma consciência sobre ele. 

Uma reserva de emergência é destinada a situações extremas, onde o montante guardado só precise ser usado para resolver, de uma vez por todas, uma situação de extrema necessidade.

Um bom exemplo disso é quando alguém perde o emprego. Uma pessoa sábia terá guardado uma certa quantia de dinheiro pensando nessa possibilidade. Com isso ela pode manter suas contas em dia enquanto procura por outro local para trabalhar.

Vale ressaltar também que o tipo de reserva muda a depender de sua finalidade. O certo é possuir uma poupança para os casos emergenciais que precisam de uma prioridade e não podem aguardar a movimentação do dinheiro, e outra para investimentos que terão como objetivo lhe preparar para situações de perda de emprego, prejuízos em casa, entre outros tipos.

Por que não mexer na reserva de emergência

Não mexemos na reserva de emergência pelo simples motivo de que quando mais precisarmos, não iremos ter. Problema esse que muitos enfrentam por ficar, constantemente, tirando recursos dela.

Sem dinheiro guardado, não podemos nos preparar para o que pode ocorrer no dia seguinte. Ainda que viver o presente seja bom, pensar no amanhã é tão necessário quanto.

Além disso, se você veio a utilizar alguma quantia desta, lembre-se de arcar com o que foi retirado, restituindo-o.

Quanto investir na reserva de emergência

Não existe uma métrica exata sobre o quanto se deve investir nessa. O certo é definir um valor que possa ser colocado na mesma sem lhe causar problemas. Algo que não lhe venha a fazer falta.

Isso irá depender das suas condições. Se uma quantidade razoável do seu salário sobrar, então dedicar mais a está será ótimo. Se sobra menos, então parta este pouco e coloque nesta.

A importância da reserva de emergência

Como dito anteriormente, é preciso estar sempre preparado para o dia de amanhã. Não podemos prever as coisas boas, assim como também não podemos adivinhar as adversidades que nos esperam.

Por conta disso é extremamente importante ter um valor dedicado somente a problemas. Ser pego desprevenido pode lhe colocar em posições piores do que imagina.

Por exemplo, muitas pessoas acabam pegando um empréstimo pelo simples fato de não ter nada guardado para quando surge um problema que requer um médico especializado em um tratamento.

Como começar a sua reserva de emergência

Faça o levantamento de tudo que foi gasto por você durante o mês, e veja quanto sobra, ao final de tudo. Não é preciso dedicar tudo ao fundo, mas, ao menos, coloque-o em um investimento e esqueça-o lá.

Se o montante for considerável, então reparta o valor na metade, e uma metade em outra. Estas novas metades deverão ser colocadas tanto em uma poupança quanto em títulos, para que você esteja preparado tanto a curto quanto a longo prazo.

Com relação ao uso da reserva de emergência para compra de títulos, considere também a possibilidade de contratar crédito. Melhor do que você retirar o valor de sua reserva para investir é ter um bom capital para a compra de um bem que pode te trazer um retorno lucrativo no futuro. 

No mercado, as fintechs são hoje empresas dedicadas especialmente a este tipo de serviço. A exemplo da CashMe, empresa do grupo Cyrela, temos o empréstimo com garantia de imóvel que pode ser muito mais vantajoso para aqueles que procuram por uma baixa taxa de juros e um pagamento a longo prazo.

Reserva de emergência é para emergências

Como podemos ver, ter uma reserva de emergência é muito importante para que você tenha estabilidade quando passar por quaisquer adversidades, não é mesmo? Por isso, não poupe esforços para guardar uma quantia de seu salário sempre que possível, sejam R$10,00, R$30 ou R$50,00, pois no futuro eles somaram um valor expressivo. Não é preciso que você seja um bom entendedor de finanças e saiba detalhes sobre o que é pib ou como anda os investimentos do nosso país, mas ter uma boa gestão do seu próprio dinheiro pode sim fazer a diferença.

Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con Ead Con

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *