Spritz: conheça a história e as variações da bebida

A Itália é mundialmente famosa pela sua gastronomia e seus pratos para lá de apetitosos. Porém, ela também tem fãs em todos os cantos no planeta por causa de suas bebidas.

Um dos drinques mais populares do país é o spritz, que envolve água com gás e laranja em sua preparação. Já ouviu falar dessa bebida, conhece a história dela e sabe como prepará-la? Abaixo, aprenda mais sobre esse drink delicioso e como você pode degustá-lo em sua casa.

História

O spritz é considerado um aperitivo entre os italianos. Esse é o nome que se dá às bebidas alcoólicas e não alcoólicas que são consumidas com o objetivo de abrir o apetite das pessoas. Geralmente, elas são consumidas no popular happy hour, entre às 18h e 20h, em bares e restaurantes.

Essa tradição de consumir aperitivos teve início ainda no século XVIII, devido a Antonio Benedetto Carpano, que criou o vermute bianco na cidade de Turim, em 1786. Esse hábito rapidamente popularizou-se em meados dos anos 1800, tanto na corte italiana quanto em seus cafés, principalmente em cidades como Milão, Turim, Gênova, Roma e Florença.

O spritz tem sua origem aproximadamente durante esse ano. Ele surgiu durante o domínio austríaco, no período lombardo-veneziano, no final do século XVIII e no início do século XIX.

Segundo consta, os soldados dos Habsburgos consideravam os vinhos locais muito fortes. Para contornar a situação e suavizar o sabor, eles criaram o hábito de misturá-los com água gaseificada. Inclusive, “spritz” tem origem do verbo “spritzen”, que quer dizer “borrifar” em alemão.

No entanto, a bebida com as características de hoje surgiu somente nos anos 20 do último século, quando se desejou amargá-la. Na época, havia duas versões amargas, conhecidas como “bitters”: o aperol, feito à base de laranjas diferentes, além da combinação de raízes e ervas, e o select, que conta com cerca de 30 ervas aromáticas.

Assim, a mistura de bitter, água gaseificada e vinho prosecco (um vinho efervescente originário da região de Vêneto) ganhou o país todo de vez. A partir dos anos 70, o drink obteve popularidade em demais países europeus, expandindo-se mundialmente, sendo até hoje uma opção tida como jovial, fresca e ideal para as noites quentes de verão.

Receita

Ficou interessado em experimentar esse drink? A boa notícia é que o preparo não é difícil, e você pode fazê-lo em casa. Além de bitter, água com gás e vinho prosecco, você irá necessitar de uma rodela de laranja para dar um toque especial na bebida.

A receita leva 60 ml de prosecco, 40 ml de aperol e um pouco de água com gás. Em um copo longo, misture-os e acrescente gelo para ficar bem refrescante. Por fim, coloque a rodela de laranja para dar um gosto especial.

Variações

Como muitas outras bebidas, o spritz ganhou variações para todos os gostos com o passar do tempo. Uma delas, conhecida como spritz de treviso, não tem bitter e remete à receita da época austríaca, com vinho branco e água frisante na composição.

O preparo leva 60 ml de prosecco, 60 ml de club soda, 30 ml de xarope de elderflower (feito a partir de sabugueiro) e folhas de hortelã. Ponha os ingredientes em uma taça tipo bordeaux e não se esqueça do gelo, podendo usar um limão para decorar.

Outras mudanças incluem a substituição do aperol, que é adocicado, por demais ingredientes. O campari é indicado para quem prefere bebidas amargas. O select acaba sendo um meio-termo entre os dois, enquanto o cynar tem um toque aromático que atrai muitos apreciadores.

One thought on “Spritz: conheça a história e as variações da bebida

  1. Mata Viva Produtos naturais para manter sua saúde saudável. Conheça uma lista de produtos e medicamentos naturais para cada momento do dia. Remédios feitos com propriedades das ervas e planta da natureza. Acesse e saiba mais sobre oleos mata viva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *