Hidratação da pele do corpo: benefícios e como fazer

Ritual traz melhorias tanto à aparência quanto à saúde do maior órgão humano.

As rotinas de cuidado com a pele parecem já ter caído no gosto de brasileiros e brasileiras. Nosso país é, segundo a Euromonitor International, o quarto maior mercado de cuidados pessoais e beleza no mundo, atrás dos Estados Unidos, China e Japão.

Além da higiene, já consolidada no setor, a hidratação da pele também tem se mostrado relevante nas tendências de compra brasileiras. De acordo com dados de fevereiro de 2020 do Lightspeed/Mintel, para 59% dos consumidores a hidratação é o principal motivo para comprar dermocosméticos.

A preferência tem um motivo: o procedimento é primordial para manter a pele equilibrada e bonita. Engana-se quem pensa que o processo tem apenas fins estéticos: hidratar o tecido com os produtos certos promove uma série de benefícios à saúde. Saiba mais sobre a escolha dos produtos, as vantagens do ritual e a forma adequada de fazê-lo.

Benefícios

Assim como o tecido do rosto, a pele do corpo deve ser limpa, esfoliada e hidratada com frequência. Isso porque ela contém uma barreira de defesa chamada de manto hidrolipídico, responsável pela proteção da epiderme e composta por lipídeos que precisam ser repostos com frequência.

A reposição do manto é justamente feita pelo uso de hidratantes tópicos. Por isso, há inúmeros benefícios no processo, tanto para finalidades estéticas quanto de saúde. Abaixo, confira os principais:

Protege de fatores externos

Ao repor os lipídios da barreira de defesa, os hidratantes ajudam a proteger a pele de inúmeros agressores externos, como poluição, clima seco, água quente ou excessivamente fria, alimentação desbalanceada e até mesmo uso de substâncias ou itens agressivos à pele, como produtos de limpeza ou tecidos ásperos. A pele hidratada reage melhor à agressão desses agentes, evitando problemas como ressecamento excessivo, cortes, rachaduras, queimaduras e descamação do tecido.

Evita irritações

Da mesma forma que previne problemas relacionados a agentes externos, a hidratação evita irritações e inflamações cutâneas. Quando ressecada, a pele pode desenvolver sensibilidades, pruridos e incômodos até mesmo devido a fatores considerados banais, como o suor ou o atrito com peças de roupas.

Ao tratar a pele com os produtos corretos, diminuem-se as chances de ocorrer irritações, já que as camadas mais sensíveis da pele estão protegidas integralmente pelo manto lipídico saudável.

Melhora o aspecto e a textura

Pensando tanto em fins estéticos como na sensação agradável ao toque, a hidratação do tecido é fundamental para aprimorar seu aspecto e sua textura. Após o processo, a pele se torna mais resistente, firme e viçosa, garantindo uma boa aparência, além de apresentar mais maciez e suavidade, proporcionando uma textura mais agradável e delicada.

Além disso, quando feita a longo prazo, a hidratação do corpo ajuda a garantir uma pele mais bonita e saudável ao longo do tempo, reduzindo sinais de envelhecimento.

Previne o aparecimento de manchas e estrias

Por último, mas não menos importante, hidratar a pele do corpo constantemente ajuda a evitar o aparecimento de manchas, que podem ocorrer devido ao atrito da pele ressecada com peças de roupas, como calcinhas e sutiãs.

Quando feita durante a puberdade, principal fase de crescimento, a hidratação da pele também evita o aparecimento de estrias pelo corpo. O mesmo vale para gestantes: tratar a pele com hidratantes ajuda a evitar ou amenizar o aparecimento de estrias devido ao crescimento da barriga.

A escolha dos produtos certos

É importante lembrar que a hidratação não é exclusividade de nenhum grupo. Cuidar da pele do corpo é fundamental para homens e mulheres de todas as idades, principalmente idosos, que podem perder naturalmente a proteção do manto lipídico. 

Uma vez que a hidratação do corpo deve ser feita por todos, é necessário escolher o produto certo. É indicado consultar um dermatologista antes de escolher o seu hidratante, mas é possível acertar na escolha com algumas pesquisas.

Pessoas com pele oleosa devem apostar em fórmulas leves, sem presença de óleos ou manteigas; já quem tem a pele ressecada pode optar por fórmulas mais densas. Fragrâncias são opcionais e, em relação aos resultados, não há diferença entre produtos destinados a homens ou mulheres.

Ao escolher o produto, observe atentamente sua composição e recomendação de uso. Pesquise a função dos ingredientes presentes e, caso tenha alguma reação à aplicação, suspenda o uso.

Como fazer

A hidratação do corpo deve ser feita diariamente, preferencialmente após o banho, com a pele limpa e seca. Aplique o creme hidratante em todo o corpo, massageando a pele com movimentos circulares. Dê atenção especial às partes mais ressecadas, como cotovelos, joelhos e calcanhares. Caso sinta que a aplicação não foi suficiente, repita o procedimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *