Como escolher o edredom de casal ideal para seu quarto?

Companheiro para uma boa noite de sono, o edredom também pode ser um aliado na decoração

Um bom edredom é tudo que você precisa para se aquecer em dias frios e ter uma noite aconchegante e de sono profundo. Estudos da neurociência afirmam que o uso da peça ajuda a aliviar estresse e ansiedade, auxiliando na qualidade do sono e no bem-estar como um todo. 

Isso porque um edredom de casal de qualidade exerce pressão sobre diferentes pontos do corpo, estimulando a sensação do toque em músculos e articulações, como ocorre na acupuntura e na massagem. Saiba o que considerar para escolher o melhor modelo para suas necessidades e desejos.

Leia mais sobre tamanhos e tipos de cama

Tamanho

Um edredom casal costuma ter pelo menos 2,4 m de comprimento e variações na largura, conforme o tamanho da cama. Um modelo de casal simples tem geralmente 2,15 m; o  modelo queen, 2,4 m; e o tipo king size, 2,8 m de largura.

O ideal é que o edredom seja maior que a cama, para não que  não haja frestas que permitam a entrada de vento frio. O tamanho maior também é importante caso durmam duas pessoas na cama, para que ninguém fique sem cobertor durante a noite.

Tecido

Outra coisa importante a se considerar é o tecido que envolve o edredom, pois é ele que estará em contato direto com a pele, garantindo o conforto e uma sensação agradável ao toque. Veja os tecidos mais utilizados para confecção de edredom:

Microfibra

A microfibra é um tecido sintético, produzido por um fio extremamente fino. Ele é marcado pela durabilidade e resistência. Possibilita troca térmica entre o corpo e o ambiente, aquecendo sem esquentar demais. Também possibilita a respirabilidade do corpo. Além disso, seca rapidamente, o que o torna uma escolha bastante prática.

Algodão
Já o algodão é um tecido natural, que oferece muita maciez e conforto, além de alta durabilidade. O material também é hipoalergênico, ou seja, apresenta baixo potencial de provocar reações alérgicas.

Ele é bastante versátil: em tempos frios, funciona como isolante térmico, protegendo o corpo; no calor, é agradável ao toque e não esquenta muito. A escolha, portanto, é interessante em qualquer período do ano. 

Percal 

O tecido percal pode ser puro ou misto, ou seja, formado por 100% algodão ou por 50% de poliéster e 50% de algodão. Seu diferencial é o trançado, que o deixa bastante leve.

O percal puro é mais macio e durável, além de ser mais fresco para os dias quentes. A opção mista tem a vantagem de ser fácil de passar, além de ter preço mais acessível.

Cetim

O cetim é um tecido que também é produzido a partir do algodão. Ele se caracteriza pelo brilho e sofisticação. É liso, maleável e macio ao toque; no entanto, retém bastante calor, não sendo indicado para estações e regiões mais quentes.

Preenchimento

Outro item a considerar é o material de preenchimento do edredom, que pode ser natural ou sintético.

Materiais naturais

Edredons com preenchimentos naturais, como penas, plumas e algodão, têm melhor isolamento térmico. Isso significa que retêm mais calor e barram melhor o frio de fora.

No entanto, os itens feitos com penas e plumas são mais caros e difíceis de cuidar, exigindo que a limpeza seja feita a seco. Além disso, se não bem higienizados, podem reunir ácaros com mais facilidade, provocando alergias respiratórias.

Materiais sintéticos

Já os edredons feitos em material sintético têm menos capacidade de isolamento térmico, por isso podem não ser suficientes para frios severos. No entanto, são leves e fáceis de lavar. Geralmente, o material utilizado é a manta siliconada, feita de poliéster, que tem a qualidade de ser  antialérgica. 

Uma informação relevante na escolha é que quanto mais camadas de preenchimento, mais quente o edredom será. Confira, portanto, a descrição do produto antes de fazer a escolha.

Estilo

Além de uma peça extremamente funcional, o edredom é um aliado da decoração do quarto. Ele deixa a cama bem mais vistosa, organizada e aconchegante. Por isso, a aparência do edredom também deve ser considerada na escolha. 

É preciso que ele harmonize com as cores do quarto e com os demais itens de decoração, especialmente os têxteis, como cortinas, almofadas e tapete.

Você pode escolher uma cor única ou um modelo estampado e as cores podem ser desde o tradicional branco até as mais vibrantes, a depender do seu gosto e do estilo do cômodo. Se você quer versatilidade, opte por um modelo dupla face, que oferece duas opções em uma peça só.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *