Como é feita a documentação dos softwares?

No desenvolvimento de software, há muitas etapas que são consideradas importantes para o desenvolvedor. Outras são muitas vezes esquecidas, como a de documentação de software. Você sabe como é feita a documentação dos softwares?

Saiba que ela é importante para o mercado de software ser tão lucrativo quanto é hoje. Segundo estudo publicado pela ABES, o setor de TI no Brasil aumentou 10,5% no período de 2019, atingindo R$ 161,7 bilhões.

Esse lucro é possível pela documentação de software cumprir um papel importante. Que papel é esse? Prossiga com a leitura e saiba mais!

O que é a metodologia de documentação de software?

A ideia de que um software bem escrito não precisa ser documentado é um erro, pois cria buracos em problemas posteriores.

A documentação de software é parte do desenvolvimento de software pela equipe de TI, registrando tudo que for essencial nesse projeto. Através da documentação, você pode:

  • Alinhar expectativas;
  • Rastrear a raiz de problemas complexos;
  • Criar um ambiente de trabalho sem retrabalho e perda de tempo.

Qual é a importância da documentação de projeto de software?

A metodologia de documentação de software não é a etapa mais valorizada pelo desenvolvedor de software. Afinal, não é parte da entrega ao cliente, o que faz muitos a considerarem um peso no projeto.

Contudo, considerar a documentação um peso é ignorar que ela é um histórico de desenvolvimento para novos desenvolvedores e para resolução de problemas. É uma etapa útil para observar o que foi feito e evoluir a partir daí.

Por fim, lhe garante uma vantagem competitiva nos próximos projetos: fazer mais em menos tempo!

Como é feita a documentação dos softwares?

As ferramentas para documentação de software existem para garantir um documento cujo esforço seja menor que o valor que ele entrega.

Seguindo a definição da metodologia de documentação de software, o documento pode ser considerado um oráculo. Ele possui todas as respostas acerca do produto e é um guia estratégico para o desenvolvedor de software.

E como é feita a documentação dos softwares?

1. Escolha das ferramentas para documentação de software

As ferramentas para documentação de software são o diferencial para um projeto bem estruturado. Por exemplo, Wikis podem ser utilizadas na organização da documentação de software, enquanto serviços como Trello racionalizam o backlog.

A documentação pode ser feita por mais de uma ferramenta, mas a fonte de informação do desenvolvedor de software deve ser única.

2. Criação de estrutura que suporte a documentação

A estrutura da documentação pode ser pensada antes mesmo de executar o projeto de documentação. É necessário que haja pelo menos o mínimo de estrutura para documentar o processo no fluxo de desenvolvimento.

A melhor ideia é encontrar uma forma de automatizar e otimizar essa etapa, de forma que se encaixe na rotina de desenvolvimento.

3. Definição de responsabilidades

Cada membro da equipe de TI deve contribuir com a documentação de projeto de software. Por exemplo, o arquiteto descreve a etapa de arquitetura, o desenvolvedor descreve o framework e afins – e assim vai.

Ao definir no começo as responsabilidades, essa contribuição coletiva se torna mais organizada – isso é importante se for uma equipe de TI muito grande.

Obs: é importante que defina um responsável para os requisitos não funcionais e funcionais do software.

4. Armazenamento das informações

As anotações e informações podem ser colocadas em Wikis, ferramentas de produtividade ou como comentários no próprio código. É importante que a documentação seja acessível a qualquer hora e lugar, por qualquer membro da equipe.

Por isso é recomendado o uso da nuvem para acesso às informações e para o backup da documentação.

5. Uso da documentação de projeto de software

Por fim, a documentação deve ser usada sempre que houver questões envolvendo partes do software. Também deve ser utilizada para ajustes de estratégia ou para reuniões de alinhamento.

Como ter uma boa documentação de software?

Não há exatamente uma regra para documentação de softwares, mas há elementos que são essenciais nesse tipo de documento. Com esses elementos, a documentação consegue cumprir o seu papel no desenvolvimento de software:

  • Contextualização de problemas: é informado cada obstáculo no desenvolvimento e em que situação ele ocorreu;
  • Contextualização de soluções: são explicadas as modificações feitas em processos ou código para corrigir o problema;
  • Detalhes técnicos: informa o como, quando e porque a intervenção foi realizada.

Com essas informações, a equipe de TI não demorará a entender um problema – ele já foi abordado anteriormente, afinal. Agora que sabe como é feita a documentação dos softwares, você pode lidar mais facilmente com o seu projeto!

2 thoughts on “Como é feita a documentação dos softwares?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *