benefícios que a cadeira certa

5 benefícios que a cadeira certa pode trazer para a sua saúde

O home office já se tornou uma realidade para muitas profissões. No ano passado, muita gente foi pega de surpresa e precisou adaptar um canto da casa para o trabalho remoto, de forma abrupta.

Muitas vezes, uma infraestrutura pensada para isso fez falta, incluindo cadeira ergonômica, iluminação adequada, fone para as reuniões e até um espaço físico isolado das distrações do resto da casa.

Para casais com filhos pequenos, o desafio foi ainda maior, sendo preciso conciliar o trabalho dos adultos e o estudo das crianças, tudo por meio do ambiente virtual. No entanto, o tempo foi passando e todos foram ajustando-se.

Várias pessoas acabaram fazendo pequenas reformas e mudanças para deixar o cantinho do trabalho mais confortável, estando pronto para a execução das atividades laborais. Isso incluiu a compra de mesa, cadeira, itens de papelaria e muitos outros objetos essenciais.

Teve gente que achou besteira comprar uma cadeira pensada especialmente para a ergonomia. Será que eles estão certos? Jamais! A seguir, apresentamos seis motivos pelos quais ter uma boa cadeira faz a diferença na rotina.

1.  Postura

Uma cadeira ergonômica deixa o profissional sentado com a postura correta. Dessa forma, previne dores nas costas e no pescoço, deixando a pessoa mais confortável para a execução das tarefas do trabalho.

É preciso lembrar que passamos várias horas trabalhando sentados. O expediente da maioria dos profissionais dura, pelo menos, oito horas. Se passar tanto tempo na mesma posição em uma cadeira ruim, o corpo vai sentir a diferença e protestar.

As cadeiras ergonômicas ainda contam com apoio para a cabeça, o que permite que o usuário relaxe o ombro e o pescoço ao utilizar esse recurso, reduzindo a tensão muscular nessa parte do corpo.

2.  Doenças ortopédicas

Você já deve ter ouvido falar sobre a Lesão por Esforço Repetitivo (LER). Essa é uma condição que causa a inflamação dos tendões, sendo bastante dolorosa. Em alguns casos, além de comprometer o bem-estar, ela acaba atrapalhando o desempenho no trabalho.

Muitos profissionais com essa enfermidade precisam ser afastados de seus cargos para cuidarem da inflamação e, consequentemente, melhorarem. Há casos que até precisam de cirurgia!

Para prevenir e até evitar o agravamento da LER, é essencial ter ergonomia. A cadeira deve ter apoio para os braços, além de regulagem de altura e profundidade, permitindo, assim, que o profissional apoie o braço todo sobre a mesa.

3.  Pressão nos quadris

Pouca gente sabe, mas a maciez do estofado também é importante para a saúde. Uma cadeira muito dura, por exemplo, pode causar uma pressão extra nas nádegas e nos quadris.

A longo prazo, essa pressão pode prejudicar essa articulação tão importante, causando desgaste, artrose e dores intensas. A densidade do estofado deve ser adequada ao peso e à altura do usuário, a fim de prevenir esse tipo de lesão.

4.  Agilidade

Muitas das cadeiras de escritório contam com o recurso dos rodízios para facilitar o deslocamento entre os cômodos. Esse acessório tão simples pode trazer mais agilidade para o profissional que precisa se deslocar para pegar um documento, imprimir algo ou até atender o telefone.

São poucos minutos, mas podem fazer a diferença naquela reunião importante e na avaliação de desempenho do colaborador.

5. Melhores ideias

Ao trabalhar mais confortável, o profissional vai se sentir mais disposto e, consequentemente, ter um melhor desempenho em suas funções. Poder contar com uma estrutura que proporcione esse bem-estar é um investimento que traz retorno na forma de boas ideias, disposição e redução das dores.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *